Tangará da Serra/MT, 25 de Março de 2019

Facebook

NOTÍCIAS sexta-feira, 11 de Janeiro de 2019, 09h:24 | - A | + A

BEZERRO VERMELHO

Terceiro suspeito de participar de assassinato é preso

Por: Paulo César Desidério

A Polícia Judiciária Civil prendeu um terceiro elemento suspeito de participação no assassinato de Claudinei Dias, de 45 anos, morto a facadas em uma propriedade rural localizada no Bezerro Vermelho. Os investigadores divulgaram os nomes dos detidos: Marcilei Mamedes Gomes, Gilmar Alves Soares e Luiz Gonçalves de Andrade devem responder pelos crimes de homicídio qualificado e tortura, como explica o investigador Lázaro Ribeiro.


“O modus operandi como eles agiram durante a noite com a vítima deixou grandes vestígios e com o trabalho nosso com esses vestígios que eles deixaram, conseguimos chegar a esses três suspeitos. O Luiz deu a facada, o Marcilei bateu a cabeça dele várias vezes no muro e o outro que é o Gilmar deu uma facada nele também. Todos confessaram para nós isso, só o Marcilei tentou sair fora, mas não tem como ele alegar que não estava junto. Ele era o condutor do veículo, ele participou e com toda certeza os três estão envolvidos na morte do Claudinei”, afirmou.


Segundo Lázaro, dois dos suspeitos eram amigos da vítima. A tese de que eles estariam bebendo juntos na noite anterior ao crime foi novamente citada pelo policial civil. As suspeitas de que Claudinei estaria cometendo furtos contra os supostos autores do crime não foram comprovadas e a motivação teria sido vingança.


“O Luiz e o Gilmar são amigos da vítima, moravam na mesma comunidade e estavam bebendo juntos. Já o Marcilei não era amigo da vítima. O Luiz tinha já uma rixa com a vítima. Segundo ele, a vítima tinha furtado R$ 250,00 e estava furtando peixe, mas nada disso foi comprovado. No momento, durante a noite, com a bebedeira deles, o Luiz decidiu fazer o homicídio e foi apoiado pelos dois companheiros que depois estavam com ele”, completou.


Na manhã desta sexta-feira (11), o Corpo de Bombeiros e a Polícia Civil se deslocaram novamente para a comunidade. Eles estarão um rio que corta o Bezerro Vermelho para tentar localizar a arma do crime.

IMPRIMIR

COMENTÁRIOS